RSS Feed

O principe Maligno.

Posted by Aldemir Alves da Silva



A rebeldia de Vamcast:

Vamcast ficou confiante e viu aquilo como uma oportunidade para tornar-se dono de si mesmo, o poder que adquirirá era enorme e com certeza pensava em usá-lo não para o bem, mas sim para o mal. O garoto comemorou o feito e testou á força mortal dos monstros, naquele dia matou muitos animais da floresta.                               
    
O príncipe depois deste momento já não tinha mais medo de matar. Já nervoso foi embora se despedindo de Destructor, pediu pra não ser seguido, chegando ao castelo chamou seu pai que estava conversando com Zinza .

Com cabeça baixa e olhos rígidos de ódio, o garoto chama atenção do pai e irmão: —Mussafar você e o seu filho preferido, podem olhar pra mim um minuto?
        
Sem imaginar o mal que seu filho trouxe pra casa, o rei responde: —Fala filho, estou aqui.

O garoto com um sorriso demoníaco e olhos baixos com tom escuro e amarelado aproxima-se, enquanto diz palavras ameaçadoras: —Olhe pra mim velho e diga-me, se meus poderes estão alem do que seus olhos podem ver...

Rapidamente o menino invocou os guardiões, os três monstros poderosos saíram sedentos de sangue. Mussafar vendo aquilo se assustou, sacou a sua espada. Andor também sacando a sua espada não entendia o que havia acontecido ali. 

Os monstros vendo que sacaram as suas espadas partiram para matá-los, mas o elfo gritou rapidamente dando ordem aos seus escravos: —Não, voltem! Não podem matar ninguém á não ser que eu ordene, venham até mim e ajoelhem-se aos meus pés.
    
Mussafar assustado sem entender o que acontecia ali, começou gesticular com o garoto: —O que é isto? Que mal é este que você trouxe para minha casa? Deixe essas coisas irem embora, você não deve brincar com o mal Vamcast, ordeno que espante este mal de minha casa ou será deserdado junto a ele imediatamente.

     Os soldados reais que ali estavam vieram todos para proteger o rei.  Fastorous o grande general sacou a sua espada com força, preparou-se para proteger o rei com sua própria vida se assim fosse necessário.


     O garoto sem querer ferir ninguém recolheu os três guardiões malignos, enquanto diz palavras com desprezo a seus familiares: —Irei embora deste lugar, não servirei a você meu pai.  Eu não sou o seu escravo e o meu poder está alem do que este seu mundo pode imaginar. Diga para seus escravos para que não me sigam senão matarei a todos, agora serei dono de todo “o mundo!”. Não aceitarei ordens de ninguém, brevemente todo Esteros se curvará diante de mim...
    
Mussafar sem entender a atitude de Vamcast tentou pará-lo, mas foi arremessado pra trás com uma magia de ventos. Zinza tentou conversar, mas o garoto retrucou mostrando não se preocupar com mais ninguém, somente com ele mesmo.

   Com estupidez disse para seu pai e mãe algumas palavras em tom de ignorância e desabafo: —Vou-me embora deste lugar, Andor é o seu favorito e sempre foi então fique com ele. Não tenho mais pai a minha vida sou eu mesmo quem mando, o meu destino eu mesmo farei, não ficarei sentando neste trono mandando funcionários limpar o chão e colher frutos de árvores. Quero usar o que estou aprendendo, quero viver batalhar e matar. Eu quero usar esta espada afinal espadas são feitas para matar.

Saiu Vamcast, e junto a ele foi Destructor, a sua mãe caiu em prantos, Mussafar sem acreditar no que acontecerá sentou seu trono, abaixando a cabeça chorou. O rei golpeou com raiva a sua espada ao chão, o seu medo era que um dia precisasse usar sua força contra seu próprio sangue, agora se lembrou das palavras de Panderios.
    
Só que já era tarde Mussafar pagou por seu erro não escutando o mago. O general vendo a angustia do seu rei pediu para seguir e tentar trazer o príncipe de volta, mas o rei não deixou, pois temia a morte de seu amigo e grande general, então pediu calma que tudo daria certo.

Com a cabeça baixa o rei diz para que ninguém o siga: —Não! Deixe-o ir embora, ele ira voltar mesmo que me odeie, sentirá falta da mãe e do irmão.

Trechos de Esteros: O poder da vida

Posted by Aldemir Alves da Silva



   Panderios manipulando magias de fogo.


Chegando na academia de treinos “Pectrus” cujo mestre era “Panderios” o homem recebeu os seus alunos.  As aulas já estavam para começar e Vamcast correu e sentou-se junto aos outros alunos que ali estavam... Andor também foi junto. 

Aproximando-se do local avistaram o professor Panderios que era um senhor de aparentemente sessenta anos de idade, um homem que trajava uma enorme vestimenta branca, a vestimenta era feita das mais belas lãs de carneiros do norte de Naires, a sua enorme barba branquejada dava um tom à parte, entregando a sua vasta sabedoria e conhecimento em magias brancas.

Um homem de pele branca que trazia sobre a sua mão direita um lindo cajado trabalhado perfeitamente com a personalidade do seu utilizador. Uma peça rara retirada de uma enorme árvore de oliveira, uma das mais queridas e veneradas árvores da floresta Sindar. Quando os príncipes aproximaram-se o senhor Panderios já estava a encenar os demais alunos.

      Aproximando-se devagar apalpando a sua enorme barba branca, posicionando os seus óculos feitos de pequenos pedaços de bambus, o mago branco começa a dialogar com seus alunos: —Bom dia á todos! Agora irei ensinar a vocês meus alunos... O verdadeiro propósito básico das magias.

—Existem dois tipos de “magias” predominantes em Esteros: (a magia negra e a magia branca). A primeira é proibida em todo o mundo “a magia negra”. Está magia não trás beneficio alguma pra vida e sim para destruição...

—Por tudo isso não deveremos usá-las e nem mesmo praticá-las jamais. Existe um ditado que diz que; “os males procuram seus predestinados...”.

—Muito bem esqueçam está primeira opção, não devemos aprendê-la nem mesmo praticá-la. Devo apenas prevenir que vocês nunca aprendam nada sobre magia negra, quero que ignorem a mesma e sendo assim todos vocês tornar-se-ão grandes defensores do nosso mundo!

—O nosso principal objetivo nessa conversa é a magia “branca” á verdadeira importância da vida e da paz.

Vamcast cheio de duvidas interveio em meio á conversa de Panderios, o menino apesar de ser um garoto de apenas quatorze anos de idade sentia um grande desejo por poder, a sua árdua angustia por ser o segundo filho na vida de Mussafar estimulava-o a se tornar um homem poderoso.  Fazendo história em Esteros e chamando a atenção de seu pai para si.

O garoto levantando-se rapidamente ergue suas mãos para o alto, logo chama atenção do professor: —Hei, Professor!

O professor pausa a conversa, olhando para o garoto pergunta indagado: —Pode falar meu rapaz alguma duvida?
                       
   Com olhos fixos e tom baixo de voz, o menino diz ao mago: —Sim eu tenho uma! Nós poderemos aprender algum tipo de magia de ataque?

O professor apalpando a sua enorme barba fixa o seu olhar sobre o garoto, então diz palavras que servem para todos os demais alunos presentes na academia: —Vamcast filho aqui nós não encenamos magias de ataque, isto não é permitido!  Não devemos usar magias alguma sobre os seres vivos, vocês precisarão apenas de cura e defesa...

 —Está defesa será contra acontecimentos “inesperados” como, por exemplo: uma pedra caindo de um penhasco sobre a sua carruagem: Você pode simplesmente “explode-la” com uma magia destruidora de objetos sem vida, você entende?
 —Devemos entender que magias podem ser usadas em modo de defesa e de cura. Sendo assim podem trazer um beneficio para o amigo que estiver ao seu lado, caso ele se machuque em treino.


—Ou até mesmo em momento de diversas atividades, elas podem ser usadas também em modo (COMBO). 

—Vocês também podem misturar curas de envenenamento, por exemplo; depois fundi-las com curas de vida, isto formará uma magia única para curas diversas até mesmo de insetos, cobras, bichos, de propriedades veneno, fogo, gelo etc. Isso é só um exemplo!

Vamcast como se mostrava um menino prestativo diante dos seus professores, aguardou o fim das palavras de Panderios para só depois continuar a falar.

     Entendendo as palavras do mago, o garoto responde desapontado: —Obrigado professor eu entendi!

    Vamcast realmente entendeu as palavras de Panderios, mas aceitá-las não parecia ser o seu real objetivo.
                           
    O mago voltando a dialogar com os alunos faz com que todos comecem a treinar: —Pois bem agora vamos todos deixar de conversa, vão todos lá para fora começaremos a treinar...








Book tou ainda com vagas.

Posted by Aldemir Alves da Silva



Boa tarde leitores! Hoje vou apresentar os blogs confirmados para meu segundo book tour, aproveitando trago espaço para mais dois blogs interessados em participar. A lista dos confirmados segue abaixo:
Pámela:
www.pamelachris.blogspot.com

Beatriz Gosmin:
www.livroseatitudes.blogspot.com

Lorrayne:
http://www.amomuitolivrosefilmes.blogspot.com/

Carrine:
http://trakinasmeioameio.blogspot.com/search/label/%23bookofweek

Maiara costa:
http://misslivres.blogspot.com/

Lembrando que resta mais duas vagas, quem quiser participar me envie um e-mail:  alves-aldemir@ig.com.br

Obs: Só podemos iniciar o book tour quando estiver todos os sete blogs confirmados, previsão media até o dia um de dezembro, ou talvez antes, pois já tenho o livro em mãos!



Escritores brasileiros no Século XXI

Posted by Aldemir Alves da Silva

-->

Autores brasileiros são guerreiros, por Aldemir Alves.

     Boa tarde leitores, e amigos literários! Hoje acordei inspirado, então resolvi compartilhar um pouco das minhas crônicas e pensamentos com todos. Ando pensando todos os dias como existem ótimos livros no Brasil, sendo que a maioria está anônima. O talento brasileiro em criar e produzir histórias, na minha opinião é o maior do mundo assim como o nosso futebol, mas infelizmente quase não existe incentivo e apoio a nossa cultura!

     Será que daqui a 60 anos terá um grande desenvolvimento na literatura brasileira? Tanto em investimentos quanto no incentivo constante a leitura? ...Sei lá... A cada dia que se passa, lançam mais T,vs de 40, 50 e 70  polegadas, playstations e Xbox,  o brasileiro segue fissurado na tecnologia virtual....

    A maioria dos brasileiros de classe media tem coragem de pagar 5.000 em uma tv 3D , Mas não tem a coragem de gastar 30 reais em um livro, uma vergonha, pois uma pizza chega a sair 35 reais com a entrega aqui próximo a minha residência!... Tenho medo que a juventude caia de cabeça no futuro e jamais viva o prazer de ler um bom livro...

     Legal só que não podemos somente criticar, faremos a nossa parte não é mesmo? Ao dedicar uma boa parte diária da minha vida a leitura e escrita, eu descobri muita coisa legal sobre a nossa cultura, temos escritores em destaque em vários escalões, tanto no top como em degraus mais baixos. Ex: Paulo Coelho, Monteiro Lobato, Machado de Assis, no alto escalão.

    Os medianos com um pouquinho menos destaque Ex: Vianco, Caio Fernando Abreu, Haroldo Maranhão, vêem crescendo a todo vapor.

    Outros com editoras, mas na luta, como Ex: Liana Culpini, Leandro Reis, Luciane Rangel e etc. Temos também os guerreiros que estão sempre lutando atrás de um pequeno espaço, em meio à pequena fatia que resta desse bolo açucarado. São vários bons escritores de Ex: Junior Menezes, André Victor, Rafaela Rocha, Régis Pereira da Rocha, Aldemir Alves da Silva e outros váriossss...

     Sendo assim, Eu Aldemir Alves chego à conclusão que é preciso lutar, similar a um cavaleiro templário devemos retirar a nossa espada da bainha e partir para a vitória a qualquer preço, quem sabe um dia estaremos como “exemplos mundiais” na literatura mundial... Ahhhh!... Como eu que estar vivo nesse tempo, nem que estivesse com 70 anos, iria sorrir a toa e lembrar deste post, que será lido por poucos, mas é um desejo de milhões de brasileiros...

Segundo book tour

Posted by Aldemir Alves da Silva



Bom dia amigos, leitores, e blogs literários resenhistas! Hoje esse post será para a preparação de um segundo book tour com os livros de Esteros ainda esse ano, como tenho um Book tour em andamento e quero participar do Codex de ouro de 2012 preciso chamar atenção deles com resenhas e mais publico para meu livro, sendo assim preciso de resenhas em massa, e avaliações Idem.

O principal objetivo do post é de convocar mais dez blogs resenhistas para meu livro, quem estiver afim de participar do segundo book tour,  manda e-mail pra alves-aldemir@ig.com.br mande também informações sobre o seu blog e algumas apresentações suas, havendo interesse de ambas as partes poderemos iniciar uma parceria seguidamente.

Obs: Não precisa ser parceiro para participar, quem não for parceiro e quiser resenhar o livro, entra em contato comigo, lembrando que o inicio da esperança sai em dezembro diagramado e revisado, não por editoras, mas sim por amigos e beta Reader. Como nos tempos de hoje não é preciso correr atrás de uma editora para ter um publico e vender o livro, estou fazendo tudo por editoras em demandas e via internet, graças a Deus e a todos os amigos estou mandando bem, confiram abaixo os blogs que já estão recendo e lendo o livro.

Já tenho a minha primeira resenha em blogs literários e mais outras de leitores via skoob, confiram abaixo:


Resenhas primeiro blog: http://palavras-que-me-distraem.blogspot.com/ Aproveitem para comentar, e seguir o blog da Débora que é muito legal!


Livro no skoob: http://www.skoob.com.br/livro/186960-os-livros-de-esteros


Sequencia com o 1° book tour ainda em andamento:


http://palavras-que-me-distraem.blogspot.com/













Esteros livro digital